BLOGGER TEMPLATES - TWITTER BACKGROUNDS

"Anástasis- A Verdade é uma Mentira"







O Anástasis já não se encontra à venda em nenhuma livraria. Caso estejam interessados em adquiri-lo contactem-me, pf, via email: anastasis.maria@gmail.com.



Boas Leituras!





segunda-feira, 6 de outubro de 2008

O que ainda me faz acreditar

Rejeição é parte da vida do escritor. Qualquer um que quiser tornar-se um escritor deve aprender a lidar corajosa, graciosa e frequentemente com a rejeição.
Três dicas para lidar com rejeição:
1. Ria das suas rejeições.
2. Aprenda com elas.
3. Sempre tenha um novo projecto na manga, algo que lhe dará esperança, não importando quantas rejeições receba pelo projecto anterior.Você pode obter algum consolo ao conhecer o histórico de rejeição destes autores e destas obras:Duna, de Frank Herbert - 13 rejeições
Harry Potter e a Pedra Filosofal - 14 rejeições
Auntie Mame, de Patrick Dennis – 17 rejeições
Fernão Capelo Gaivota – 18 rejeições
Uma Dobra no Tempo, de Madeline L’Engle – 29 rejeições
Carrie, a Estranha, de Stephen King – mais de 30 rejeições
E o vento levou..., de Margaret Mitchell – 38 rejeições
Tempo de Matar, de John Grisham – 45 rejeições
Louis L’Amour, autor de mais de 100 romances policiais – mais de 300 rejeições antes de publicar seu primeiro livro.
John Creasy, autor de 564 romances policiais - 743 rejeições antes de publicar seu primeiro livro.
Ray Bradbury, autor de mais de 100 romances de ficção científica e contos - por volta de 800 rejeições antes de vender sua primeira história.
The Tale of Peter Rabbit, de Beatrix Potter – tantas rejeições que a autora decidiu publicar por conta própria.
Trecho da rejeição à Revolução dos Bichos, de George Orwell: "É impossível vender histórias de animais nos EUA"
Trecho da rejeição para Norman MacLean’s A River Runs Through It: "Estes contos tem árvores nele..." Trecho de rejeição de um artigo, enviado ao San Francisco Examiner, para Rudyard Kipling: "Sinto muito, Sr. Kipling, mas você simplesmente não sabe como usar a língua inglesa".
Trecho da rejeição ao Diário de Anne Frank: "A garota não possui, ao menos para mim, uma percepção ou sentimento especial que possa tornar o livro algo além de mera curiosidade".
Trecho de rejeição para And To Think That I Saw It on Mulberry Street de Dr. Seuss: "Muito diferente de outras obras juvenis disponíveis no mercado para garantirmos algum sucesso".
Rejeição de um económico diário chinês: "Nós lemos seu manuscrito com incomensurável deleite. Se nós publicássemos sua obra, seria impossível publicar no futuro qualquer obra inferior. E, como é impensável que nos próximos mil anos vejamos algo semelhante, nós somos obrigados, a contragosto, a devolver esta divina criação e implorar milhares de vezes que nos perdoe por nossa curta visão e covardia".
Onde descobri estas informações: Blog do escritor .
Ainda bem que encontrei estes dados, pois ajudam-me a ter mais optimismo e a não desistir tão facilmente.

2 comentários:

Zelig disse...

Acredita mais no teu talento, que o tens, do que nas decisões, por vezes muito arbitrárias, dos outros...

Anónimo disse...

Claro que sim. Sempre optimista e crente no valor que tens. Ainda um dia te hão-de reconhecer esse mérito.

Bjs
Pai