BLOGGER TEMPLATES - TWITTER BACKGROUNDS

"Anástasis- A Verdade é uma Mentira"







O Anástasis já não se encontra à venda em nenhuma livraria. Caso estejam interessados em adquiri-lo contactem-me, pf, via email: anastasis.maria@gmail.com.



Boas Leituras!





terça-feira, 1 de abril de 2008

Onda de Valores...

... O que é facto é que cada ar que inspiramos pode mesmo ser o último. Ainda hoje, a caminho do trabalho, senti-me francamente ameaçada por desvarios consecutivos ao volante resultantes de condutores ignorantes e com excesso de falta de civismo. Mas afinal onde é que vamos parar?
Ontem à noite num programa de televisão ouvi um adolescente, e bem, a culpabilizar-nos a todos, a toda a sociedade, e habitantes deste país pela falta de valores que as crianças e os jovens apresentam neste momento. Ao que parece já nada tem importância, nem os distingue, e não há nada nem ninguém que respeitem e temam. Não há humildade, a educação também está em falta, e o bom-senso caiu em desuso. Parecem-me raros os que contrariam esta realidade.
Com tantas restrições morais, religiosas e sociais realizadas no passado é este o resultado que visionamos no futuro? Não estaremos a viajar em alta velocidade para um abismo, ou para aquele tal ponto sem retorno? Como dar a volta é agora a questão que devemos colocar.
Todos nos devemos preocupar com o trajecto que as nossas crianças estão a seguir, e também com as dos outros. Nós não vivemos isolados, somos constantemente influenciados por terceiros e não conseguimos estar bem sem aceitação de outrém, por isso abramos os olhos e tentemos salvar o que de pouco resta a esta geração que de rasca só tem quem não a ensinou.

2 comentários:

DUST disse...

Por muita vontade que tenha em criticar o País que até hoje nada me deu não o vou fazer (embora já tenha dado uma tacada;)) pois concordo em não criticar mais o que está mal e sim sentir o dever, como alguém com consciência do que de mal se passa por cá, ajudar e nunca desistir de lutar por uma sociedade justa, digna, com valores éticos e morais, concordo em não criticar e juntar-me à minoria que padece da mesma consciência, e juntos lutarmos por um País, um Mundo melhor.

A história já nos relatou inúmeras vezes casos em que as minorias vergavam as maiorias e faziam feitos extraordinários que só quem vive na verdade os consegue fazer, feitos não com interesses pessoais, mas em prol da justiça e do bem dos outros, esses sim são os que verdadeiramente importam e que nos transmitem valores que deveriam ser indispensáveis nos dias que correm, mas que ao contrário se encontram numa escassez brutal.

Podemos nós nos dias de hoje conseguir tamanhos feitos? Não sei, mas deduzo que essa é a questão que se colocou e se irá colocar sempre.
Não se rendam ao previsível, ao adquirido, não tomem por garantido aquilo que já têm, lutem sempre e principalmente pelo considerado impossível, porque aí se traduzem os grandes feitos dos Homens.


PS. Agora peço à escritora que detém, ao contrário de mim, capacidades inegáveis na escrita, que leia e corrija as gafes gramaticais, ou que simplifique as minhas ideias, próprias de quem nunca se entregou ao texto e se escondeu por detrás da música;)

A. Lima disse...

Rebel... till I die... One more time...

Como um cão!

Duas da manhã e eu acabado de chegar de uma reunião para moralizar o planeta e quiçá Portugal...

Primeiro o mundo, depouis a Europa e finalmente António Cardoso... opps, D. Frei Pedro Mesquita?

Como um cão e uma cã!!!

Aquele texto que não está assinado no comment anterior é, concerteza, do PAAAAAAAAAIIIIIIIIIIII....